PPGRI – Centros e Núcleos de Pesquisa

O Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais é reputado pela excelência de suas linhas de pesquisa e pela engenharia harmoniosa de suas áreas de concentração.

Há atualmente três grandes grupos de pesquisa no contexto do Programa, que articulam esforços de formação de quadros, de pesquisa avançada, de cooperação científica nacional e internacional e de realização de eventos e a manutenção de programas de cooperação. A esses grupos se somam diversas iniciativas na forma de projetos integrados de pesquisa de que tomam parte os docentes do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade de Brasília, articulando instituições brasileiras e estrangeiras, em diversas formas e sobre os mais diversos temas.

Grupos de Pesquisa Estruturados em funcionamento

Centro de Estudos sobre as Relações Internacionais do Brasil Contemporâneo – O Centro empreende estudos e pesquisas sobre os desafios políticos, econômicos e estratégicos da ação internacional do Brasil contemporâneo. O programa de trabalho do Grupo compreende projetos sobre os diferentes aspectos da história da inserção internacional do Brasil contemporâneo (relações bilaterais e multilaterais; relações políticas, culturais e econômicas; segurança e defesa; meio-ambiente e direitos humanos). Os diferentes projetos se inserem nos seguintes eixos temáticos: 1. Idéias e valores na política exterior do Brasil; 2. O sistema de relações internacionais do Brasil: relações bilaterais e ação multilateral. O grupo articula os esforços de pesquisa e de formação sobre História da Políica Exterior do Brasil empreendidos por pesquisadores do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília e de outros centros especializados em Relações Internacionais e Política Externa e envolve estudantes de doutorado, mestrado, especialização e graduação. O Núcleo é a base de projetos integrados de pesquisa interinsticionais, financiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Veja detalhes no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq.

Rede Mudança Global do Clima e Sociedade – O Grupo de Pesquisa em “Sistema Internacional no Antropoceno e Mudança Global do Clima” (SIAMGC) estimula o debate acadêmico e a pesquisa sobre a extremadamente complexa relação entre a Transição do Holoceno para o Antropoceno e as transformações recentes do Sistema Internacional. A Transição do Holoceno para o Antropoceno processa-se durante a chamada Grande Aceleração (1945-2000).  No século 21 estamos ja vivendo no Antropoceno com a humanidade sendo a principal força das transformações do planeta o que nos remite a decisiva relação entre o Sistema internacional e os Limites Planetários  Entre os nove limites planetarios – mudança climática, ciclo do nitrogenio/fosforo, erosão da biodiversidade, mudança do uso da terra e perda do solo; escasez de agua doce, depleçao da camada de ozonio, poluiçao agregada global por aerosois, contaminaçao quimica global – o grupo focaliza nesta primeira etapa nas mudanças climáticas globais, um vetor decisivo do sistema internacional e que tem sido objeto de pesquisa por parte de inúmeros analistas, a partir de diferentes abordagens. O SIAMGC representa uma inovação na academia brasileira, considerando que no campo de estudos das mudanças climáticas são mais comuns os aportes técnicos das ciências naturais. O professor Eduardo Viola (coordenador do Grupo) é o mais destacado pesquisador sobre “Mudança Climática e Relações Internacionais” na América Latina e ocupa também uma posiçao proeminente no mundo, sendo citado extensamente na literatura nacional e internacional. Outros dois membros do grupo (as professoras Ana Flávia Barros e Cristina Inoue) tem uma longa trajetória na pesquisa sobre   política ambiental internacional. O Grupo conta com 12 pesquisadores. Ver mais informação sobre o Grupo no Diretório de Pesquisas do CNPq.

Núcleo de Estudos do Oriente – A ideia central do Núcleo é constituir-se como um espaço de colaboração com docentes do meio acadêmico nacional e internacional, acerca de temas de interesse e pesquisa comuns versando sobre questões internacionais relacionadas com as dinâmicas do Mundo Árabe e do Extremo Oriente. Publicação de trabalhos científicos e formação de alunos tanto na graduação como na pós-graduação.

Núcleo de Estudos sobre os pensadores clássicos e os debates contemporâneos – A ideia central do grupo é a familiarização com as obras clássicas das Relações Internacionais e do Pensamento Político para auxiliar na compreensão e análise de questões internacionais contemporâneas, sendo os objetivos: 1. Promover conhecimentos fundamentais sobre conceitos analíticos e históricos da área de conhecimento das Relações Internacionais. 2. Estimular a preparação de artigos para publicação em periódicos e para serem apresentados em encontros científicos. 3. Reforçar a atividade de pesquisa dos integrantes. 4. Integrar os participantes em redes de discussão e debates na área. As repercussões diretas do grupo será a formação de uma base sólida não apenas entre os pesquisadores do grupo, mas espera-se que a sua influência se estenda por toda a área de Relações Internacionais.

Anúncios